História das orgias

29/08/2016 19:07

Nesta cronica sensacional, publicada pela primeira vez em 1958 e daí em diante objecto de várias reedições em todo o mundo, conta-nos Burgo Partridge, com frescura e grande erudição, a história de um dos mais fascinantes fenómenos sociais: a orgia.

Uma orgia, diz-nos o dicionário, é um festim licencioso, marcado por uma atividade sexual promíscua, pelo uso imoderado do álcool, etc. Com uma visão mais ampla e polémica desse fenómeno, Burgo Partridge elucida-nos sobre o seu significado e prática através dos tempos.

Desde os gregos e os seus festivais dionisíacos até aos gostos orgiásticos de Casanova e Marquês de Sade e, já no século XX, aos bizarros excessos de Aleister Crowley e Rasputin, tudo é por si analisado e explicado neste estudo brilhante e rigoroso, hoje já um clássico. Inclui 2 extratextos de 8 páginas com ilustrações a p/b.

Burgo Partridge, que nos fala deste fenómeno social pouco conhecido entre nós, é descendente do grupo Bloomsbury, um grupo que reuniu as melhores cabeças pensantes de Inglaterra tais como a escritora Virgínia Woolf, o economista John Keynes, o crítico e biógrafo Lytton Strachey, o escritor E. M. Foster, a artista plástica Dora Carrington, entre outros. Preocupado com as grandes questões estéticas e filosóficas, Burgo Partridge procurou modernizar a cultura inglesa no final do período vitoriano.

SAIBA MAIS, CLIQUE AQUI

 


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!